O Brasil é um país aonde as leis ainda demoram para serem aplicadas e cobradas da população. Por conta disso, muitos acontecimentos adversos acontecem. Os ambientes de trabalho também não estão livres deste tipo de acontecimentos, e é por isso que hoje em dia se pensa e se fala muito em segurança do trabalho.

Os ambientes de trabalho estão cheio de perigos, situações de periculosidade elevada, e muitas vezes fatos isolados do dia a dia podem prejudicar a saúde do trabalhador. Situações corriqueiras como simplesmente digitar no computador podem se transformar em tendinites e outros problemas piores, que, se não tratados, podem comprometer o trabalho da pessoa.

Por isso atualmente o assunto é tão importante: tempo é dinheiro. E trabalhador parado é deixar de ganhar dinheiro. Pensando nisso as empresas atuam antes de o problema acontecer, se munem de aparatos que visam melhorar a saúde de seus colaboradores e não colocá-los em risco. As ações hoje são mais de prevenção.

Mesmo assim é impossível evitar situações indesejadas, que acontecem por motivos maiores e falhas pessoais. Cada empresa e ambiente de trabalho diferente possui um risco diferente e deve se previnir de forma diferente. Restaurantes, por exemplo, devem exigir a higiene de seus empregados; já uma fábrica precisa que seus funcionários aumentem a atenção ao trabalhar com as máquinas; e assim por diante.

É um custo muito alto que as empresas estão investindo atualmente neste setor. Um funcionário parado, além de causar perdas de ganhos ou de produtividade, ainda tem altos custos médicos, que tem de ser arcados pelo empregador.