O técnico em segurança do trabalho é o profissional formado em cursos de ensino médio, que é a formação anterior à universitária correspondente a quantidade de anos de escolaridade completada. A Lei de número 7.410, criada em 27 de novembro de 1985 define que este técnico se ocupará de informar ao empregador e seus funcionários sobre os riscos que se encontram presentes nos ambientes de trabalho e também visa prevenir os acidentes. Ele também é responsável pela investigação e procedimento correto para a realização de atividades necessárias dentro de uma empresa. Em 27 de novembro é comemorado seu dia.

Uma das principais funções do técnico de segurança do trabalho é zelar para que as normas de segurança sejam aplicadas corretamente dentro da empresa, estando sempre atento para que métodos corretos de trabalho sejam utilizados, bem como analisar as condições de trabalho exercidas nas empresas, planejando e criando normas que reforcem comportamentos seguros e conduzindo ações que corrijam, eliminem e minimizem ao máximo os riscos encontrados nos ambientes de trabalho.

Para melhor desempenhar sua atividade, ele assume meios, recursos de administração e técnicos que o ajudarão a prevenir acidentes, se utilizando da ciência, remediando deficiências e más condições dos ambientes ocupacionais. Ele é o elo que une o empregado ao empregador e deve se comprometer em apresentar atenção aos detalhes, ter capacidade para a liderança, ser dinâmico e emocionalmente equilibrado, ter capacidade de observação e concentração, ser perseverante, ponderado, e possuir capacidade de síntese, ser sociável, ter gosto por ensinar e ter capacidade de planejar, ser comunicativo e assumir posturas adequadas.